26 março 2009

Fraternidade e Segurança Pública !


Humaitá-Am. A Comissão Justiça e Paz, representando a Diocese de Humaitá-Am, convidou o Tenente Coronel Piccolotto - Cmt do CPR-SUL e o Capitão Gioia - Cmt da 4ª CIPM, além de outras autoridades e populares do município de Humaitá-Am, para se fazerem presentes e realizar palestras durante Fórum de Formação, para discutir assuntos referentes a Campanha da Fraternidade, cujo tema é "Fraternidade e Segurança Pública". O evento ocorreu no dia 25/03/2009 (quarta-feira) às 19h30min, no Salão Dom José, Centro. 

O objetivo da reunião era aprofundar conhecimentos sobre as causas da violência, bem como identificar alternativas para fortalecer a justiça em busca do desenvolvimento da cultura e conscientização de paz. Durante o evento ocorreram diversos questionamentos e considerações a respeito da Segurança em Humaitá-Am, que só reforçam e ligam ainda mais os laços de amizade entre a Polícia Militar e a Igreja Católica.

O Tenente Márcio Leite - Sub-Cmt da 4ªCIPM, já havia participado de algumas reuniões na Igreja de São Francisco, debatendo de frente com a comunidade soluções e firmando parcerias, principalmente no anseio da população que quer retirar seus filhos do mundo do crime, e que buscam curar este câncer social, que é o vício as drogas ilícitas.

Respondendo aos questionamentos que envolvem a Polícia Militar, o Tenente Coronel Piccolotto esclareceu a forma de trabalho da PM e as dificuldades enfrentadas pela 4ª Companhia em Humaitá, que, segundo ele, esbarra na falta de viaturas e de policiais, já que Humaitá-Am, embora conte com cerca de 90 (noventa) homens na 4ª CIPM, 40 (quarenta) deles encontram-se atendendo outros municípios. 

O comandante reconheceu que é preciso melhorar, mas, “a polícia militar cumpre seu papel e está aberta às sugestões e reclamações da população”.


Fonte: Assessoria de Comunicação da PM de Humaitá-Am