22 março 2009

PM Reforça Policiamento em Manicoré-Am

O clima anda tenso no município de Manicoré-Am, depois que a corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) cassou o diploma do atual prefeito de Manicoré-Am, Emerson Pedraça de França (PMDB). O TRE-AM deverá diplomar na próxima terça-feira (24/03/2009), o 2º (segundo) colocado, Manoel de Oliveira Galdino (DEM), o "Nena".

Pra quem não se lembra, Manoel Galdino foi vítima de um atentado no dia 19/01/2009, quando saia de uma escola em Manaus-Am e foi abordado por 02 (dois) homens que estavam em uma motocicleta que o alvejaram com 04 (quatro) disparos a queima roupa.
Na época, o Tribunal superior Eleitoral (TSE) pediu que a Polícia Federal entrasse no caso para investigar as suspeitas de motivação política para o atentado. Desta vez, o Cartório Eleitoral de Manicoré-Am sofreu uma tentativa incêndio. Preocupada com a segurança e com a finalidade de garantir que a posse de “Nena”, e tudo transcorra num clima de tranquilidade, a Juíza Eleitoral de Manicoré-Am comunicou a tentativa de atentado contra o cartório local ao TRE-AM.

Após tomar conhecimento do fato, o Presidente do TRE-AM, Desembargador Ari Moutinho, solicitou ao Tenente Coronel PM Piccolotto - Cmt do CPR-SUL, e ao Capitão PM Gioia - Cmt da 4ª CIPM, um reforço policial para garantir transparência e tranquilidade durante a diplomação do novo empossado. A solicitação foi atendida de imediato e em declaração a reportagem de “O Curumim”, o Ten Cel Piccolotto afirmou que a Polícia Militar do Amazonas não poupará esforços para garantir a ordem e que estava enviando dia (21/03/2009), um efetivo de 15 (quinze) homens de Humaitá-Am para reforçar o policiamento de Manicoré-Am.

Fonte: Jornal O Curumim" - Adaptado