04 janeiro 2010

Penas de Morte - Bizarras ! É de Arrepiar


Aqui os senhores verão as penas de morte mais estranhas do mundo inteiro, existentes e extintas! Em passados distantes os tribunais de diversos países executavam seus condenados de maneira brutal.

E por incrível que pareça o Brasil também aderiu a alguns destes macabros trejeitos de impetrar justiça aos culpados por certos atos de violência, homicídios, estupros, furtos, adultério, pecados, etc.

Por serem tão cruéis, alguns países já aboliram a pena de morte, mas muitas nações ainda promovem execuções a seus criminosos. Os defensores da pena de morte afirmam que malfeitores têm medo de cometer crimes, por isso pensam duas vezes antes de cometê-los.

Mas estatísticas apontam que a violência não diminui nestes locais. E você é a favor ou contra a pena de morte?

Este post não defende ou condena a pena de morte; somente mostra a crueldade cometida.  Então o que é que leva um indivíduo a se tornar bandido?

Da mesma forma óbvia, se todo bandido é um mau caráter (má educação familiar), ou, ainda, possui má índole (fator genético), fica lógico (raciocínio disciplinado de forma científica), evidente, portanto, irrefutável, que são estes os “fatores determinantes” para levar um indivíduo a ser bandido...

Ou vocês já conheceram algum bandido de bom caráter e de boa índole? Temos bandidos pobres, bandidos de classe média e até bandidos ricos... Porém, todos eles possuem apenas duas coisas em comum: Falta de caráter (formação familiar deficiente) e má índole (fator genético)! 

Poderíamos ser a favor da pena de morte, desde que o Brasil reveja seu Código Penal, onde pessoas inocentes poderão morrer até que se prove o contrário, mas vale salientar que no Brasil existe Pena de Morte somente para crimes de Guerra, no caso de alguém trair a Pátria ou negar-se a combater em defesa do país, são os chamados "traidores", ou poderíamos se a favor nos casos de crimes hediondos (Estupro ou seqüestro seguido de morte, latrocínio, homicídios...), desde que realmente seja provado que o indivíduo cometa tal delito. 

Twitter do Blog do Leão – Escascaviem.
Vejam abaixo os diversos tipos de morte:
Ø  Eutanásia - (abreviar a vida de um enfermo incurável, assistido por um especialista).
Ø  Holocausto - (cremação de corpos, sacrifícios e rituais religiosos, catástrofes e massacres, imolação corpórea).
Ø  Asfixia - (insuficiência de oxigenação, causadas por afogamento, enforcamento, parada dos músculos respiratórios, envenenamento, aspiração de substâncias nocivas ou vômito).
Ø  Crucificação - (método de execução começava com flagelação até ser pregado ou amarrado na cruz).
Ø  Fogueira - (ateavam fogo em pessoas vivas, ou as colocavam sobre fogueiras, acusados de bruxaria).
Ø  Decapitação - (é a remoção da cabeça de um individuo ainda vivo, utilizada a guilhotina para o processo, espadas, machados ou facas).
Ø  Desangrado - (incisão de objeto perfurante no corpo, a cada dia até causar hemorragia interna, estancando a saída do sangue com vinagre).
Ø  Garrote Vil - (aplicado um garrote no pescoço da vitima, que era mantido imóvel em uma cadeira). 
Ø  Inanição - (privado de alimentos e água o individuo morre desidratado).
Ø  Precipitação - (o corpo é lançado de cima de uma montanha ou serra).
Ø Empalamento – (introdução de um bastão de madeira no ânus do condenado, causando hemorragias internas e o individuo agonizava até a morte).
Ø  Fuzilamento – (grupo de soldados atiram simultaneamente o condenado ajoelhado, às vezes com venda nos olhos, é fuzilado sem dó).
Ø  Enforcamento – (colocado uma corda em forma de laço no pescoço do condenado e elevado a uma certa altura num poste, daí retira-se seu apoio).
Ø  Injeção Letal - (líquido introduzido (barbitúricos) na veia, que causa morte instantânea, paralisa os músculos).
Ø  Cadeira Elétrica – (choque com descargas elétricas de 20.000 volts (eletrocução), amarrado a uma cadeira).
Ø  Câmara de Gás – (sala hermeticamente fechada contendo gás letal (ácido cianídrico), que se inalado mata em poucos segundos).
Ø  Esquartejamento – (braços dos condenados eram presos a uma árvore, enquanto as pernas eram amarradas a cavalos, burros ou jumentos, que atiçados corriam até arrancar os membros das vítimas).
Ø  Roda da Morte – (braços e pernas amarrados a uma enorme roda, o condenado tinha os ossos quebrados com marteladas). 
Ø  Fervura – (simplesmente o condenado era colocado em água ou óleo fervido). 
Ø  Estripação – (com um corte no abdômen o condenado tinha seus órgãos arrancados um a um). 
Ø  Esfolamento – (retirada da pele do condenado, deve doer pra caralho). 
Ø  Esmagamento por Elefante – (a cabeça dos condenados era esmagada pelas patas de um enorme elefante).
Ø  Apedrejamento – (pessoas casadas que pulam a cerca são enterradas e apedrejadas pelo povo com pedras até a morte). 

Aos desinformados, meus amigos para quem não sabe muita coisa nesse mundo em que vivemos mudou, e para que tais mudanças se tornassem direitos e obrigações, muita gente teve que morrer, sacrificando talvez até a própria vida, em nome da liberdade, justiça, amor, união, foram várias greves, revoluções, manifestações cobrando direitos de liberdade, igualdade, fraternidade: Jesus, Tiradentes, Joana D'arck, Galileu, etc. pessoas que eram diferentes e morreram por nós, para que pudéssemos ser livres, com acesso a direitos e deveres.

Fonte: Assessoria da 4ª CIPM
Fotos: Imagens Google.