18 junho 2010

PM de Lábrea-AM na Luta Contra o Tráfico de Drogas Prende 1 Quilo de Pedra de Óxido

A Polícia Militar do Amazonas, através de sua equipe de inteligência do 3° Pel / Lábrea-AM, subordinada a 4ª CIPM / Humaitá-AM e sob o Comando do 3° Sargento PM Moraes, Chefe de Polícia da 6ª DRPC, em ato continuo as ações policiais de repressão ao Tráfico de Drogas no município de Lábrea-AM, realizaram no último dia 16/06 (quarta-feira), por volta das 18:30 horas novas investidas contra traficantes que tentam atuar no Sul do estado do Amazonas.

Após as investigações foram presos em flagrante delito por Tráfico de Drogas a Srª Maria Ida Marinho, e seu amasio Luiz Gustavo Moura Ferreira, vulgo “Guto”, ambos encontravam-se de posse de aproximadamente 01 Quilo de Pedra de Óxido

A droga foi entregue a “Guto”  que é traficante de drogas no município de Lábrea-AM e  sobrinho de Raimundo Cícero Moura de Lima, vulgo "Xero ou Labreano" (preso de justiça/albergado em Humaitá-AM), e estava sendo traficada de volta para Humaitá-AM pela referida Srª Maria

Que, anteriormente, dia 10/06, já haviam sido presos 02 (dois) membros da mesma quadrilha, Gilmar da Silva Maia e Eliaquim Xavier Mustafa, presos de posse de 152 papelotes de pedra de óxido.  
Após os interrogatórios, todos, apontaram como líderes da quadrilha que explora o tráfico de drogas na região,  os senhores Fábio Monteiro da Silva (apenado/albergado de Humaitá-AM), que é quem vai até Porto Velho-RO adquirir a droga e Raimundo Cícero Moura de Lima (apenado/albergado em Humaitá-AM), que é do município de Lábrea e tem os contatos e Evaldo Mendonça (apenado/albergado em Humaitá-AM), que é quem se aventura pelas estradas para levar a droga, vale salientar que todos são presos de justiça e que cumprem penas no regime semi-aberto no presídio de Humaitá-AM, pode isso?

O que mais impressionou durante as investigações foi que os referido presos eram liberados pela direção daquela Unidade Prisional de Humaitá-AM, para viajarem a cidade de Lábrea-AM, segundo declarações de Raimundo Cícero e Evaldo Mendonça, que disseram ainda "que eram autorizados verbalmente a viajarem a Lábrea-AM, pelo próprio diretor  do presídio Humaitá-AM, senhor Cristiano Chíxaro, dessa forma agiam livremente no tráfico de drogas. Ambos foram detidos em Lábrea e liberados por falta de materialidade. 

As ações policiais desenvolvidas no combate ao crime organizado, sobretudo ao Tráfico de Drogas é uma das metas do Comando da PMAM, o Major PM Túlio, Comandante da 4ª CIPM,  elogia de forma pública a coragem, inteligência e a presteza destes bravos Policiais Militares. 

Fonte e Fotos: Assessoria da 4ª CIPM e 3º Pel Lábrea