15 junho 2010

Policia Militar desarticula quadrilha em Lábrea-AM

No último dia 03/06  a equipe de investigação, composta de policiais militares do município de Lábrea-AM, obtiveram informes a respeito da entrada no município de aproximadamente 02 kg de entorpecentes, oriundos do estado de Rondônia, que este produto ilícito foi conduzido ao município de Lábrea-AM por Raimundo Cícero Moura Lima, vulgo “Xero ou Labreano”, ex-presídiário de Humaitá-AM e Evaldo Mendonça, albergado do Presídio de Humaitá-AM.

Que no dia 09/06 Cícero e Evaldo foram detidos em Lábrea-AM e conduzidos a Delegacia para dar explicações a respeito da permanência dos mesmos no município, mas foram liberados em seguida por falta de materialidade, pois é sabido da Polícia Militar que ambos eram apenados por crime de Tráfico de Drogas no município de Humaitá-AM, e como ninguém deu falta deles naquela Unidade Prisional ?

Cícero é apenado em 5 anos e seis meses de prisão e Evaldo apenado em 15 anos de prisão. Segundo Cícero e Evaldo, estavam no município de Lábrea-AM com autorização verbal do diretor do presídio de Humaitá-AM, Srº Cristiano. Será que pode ? 

Que na Delegacia, na presença do delegado e de testemunhas, relatam o seguinte fato: Evaldo afirmou que Cícero havia trazido consigo uma quantidade de droga que não sabia precisamente o peso, que a droga foi entregue para  seu sobrinho de nome “Guto” e “Gilmar”, amigo e vizinho de Guto.

Que diante das declarações  foi dado prosseguimento nas investigações, e no dia 10/06 aproximadamente  por volta das 20:00 horas foi preso em flagrante delito, Gilmar, 25 anos, com 108 trouxinhas de pasta base de cocaína.

A operação continuou no decorrer da noite e durante o dia 11/06, daí por volta das 12:59 horas foi preso em flagrante delito o Sr. Eliakim Xavier Mustaf com a quantidade de 44 trouxinhas  de pasta base de cocaína.

Ai os flagranteados afirmaram na presença do Delegado 3° Sgt PM Moraes e de seu advogado, que a droga presa consigo era de Cícero e Evaldo. Que a Polícia continuou o cerco em prol de encontrar Evaldo, Cicero e Guto, mas até o presente momento não obtiveram êxito. Que o Delegado solicitou a justiça a prisão preventiva dos foragidos. E comunicará por escrito as declarações a Promotoria de Humaitá-AM.

Fonte e Fotos: Assessoria da 4ª CIPM e 3º PEL Lábrea-AM