01 novembro 2010

Presos Fogem da Delegacia de Humaitá-AM de Novo

Já ficou corriqueira as fugas na 8ª Delegacia Regional de Humaitá-AM e parece que ninguém toma providência nenhuma, a Polícia Civil insiste em colocar os presos em uma das celas que está faltando uma grade, daí fica fácil e só não foge quem não quer. Há anos está cela encontra-se sem uma das grades e mesmo após a reforma ninguém percebeu.

No último dia 29/10 (sexta-feira), por volta das 19h40min, 04 (quatro) presos conhecidos no submundo do crime aqui de Humaitá-AM, empreenderam fuga da 8ª DRPC, escalando a parede de uma das celas, sendo que no momento não tinha nenhum agente de segurança na Delegacia, que se diz funcionar 24 horas por dia.

Os presos aproveitaram o momento para a ousadia e a fragilidade do sistema prisional da daquela Delegacia, na escalada de cerca de 07 ou 08 metros, chegaram a uma pequena janela gradeada que há anos está faltando uma das barras de ferro facilitando essas fugas onde os presos fogem com ajuda de uma corda artesanal que é chamada de Teresa, que é feita pelos detentos que querem fugir.

Essa corda é feita com camisas, shorts, lençois e pedaços de colchão e quem consegue sair, tem acesso a um corredor que facilita a saída dos fujões, que foram os seguintes: O menor I. S. M., 17 anos, vulgo "Jacaré", acusado de furto na igreja matriz; Vildo de Oliveira Carvalho, 22 anos vulgo "Vildo", acusado de receptação; John Vagner, 22 anos, vulgo "02 Reais" acusado de homicídio e outro menor E. S. L., 15 anos, vulgo "Capinha", acusado de furto, todos fugiram tomando rumo ignorado, mas as Polícias Civil e Militar já estão investigando o paradeiro desses infratores para colocá-los atrás das grades novamente.

Em seguida 02 dos fugitivos foram presos novamente

Continuando as busca, no dia seguinte 30/10 (sábado), por volta das 10h30min os Policiais receberam uma denúncia através do nº 147, delatando um dos fugitivos estava em uma residência próximo a Secretaria de Ação Social, tratava-se do menor I. S. M., 17 anos vulgo  "Jacaré", que recebeu voz de prisão, sendo conduzindo para a Delegacia aguardando posição da justiça. 

Em seguida graças a uma denúncia anônima da população via nº 190, delatando onde estava o menor E. S. L., 15 anos, vulgo "Capinha", que foi preso novamente e conduzido para a 8ª DRPC.

Fonte: Portal VRM
Foto: O Curumim e Humaitá em Foco