18 novembro 2011

Quadrilha rondoniense suspeita de arrombar caixas eletrônicos é presa em Manaus



Líder da quadrilha - formada por dois amazonenses e três rondonienses -, há aproximadamente um ano teria fugido do presídio estadual de Rondônia

Seis pessoas foram presas na madrugada da última terça-feira (15), por investigadores da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), suspeitas de integrarem o bando de assaltantes que em menos de um mês arrombou três caixas eletrônicos com maçaricos, em locais distintos de Manaus, além de efetuar um assalto a uma temakeria.

Entre os presos estão os amazonenses, Mara de Souza Araújo, 34, Juan Ferreira de Oliveira, 21, e Sansão Borges, 29 – que chegou a apresentar a identidade falsa de Paulo Sérgio de Araújo Santos, 21 -, e os rondonienses Danilo Carvalho Chaves, 26, Leandro Nascimento de Lucena, 29, e Ledo Fernandes da Costa, 24, o “Eduardo”, apontado como o líder do grupo.
Há aproximadamente um ano “Eduardo” teria fugido do presídio estadual José Mário Alves da Silva, o “Urso Branco”, em Porto Velho (RO), de acordo com as informações preliminares fornecidas pela polícia, onde cumpria pena por roubo.
Prisões
Os primeiros a serem presos foram “Eduardo”, Sansão e Leandro, minutos após desembarcarem no porto da Ceasa, na Zona Sul de Manaus, oriundos, de acordo com o secretário de Estado de Segurança Pública (SSP/AM), coronel Paulo Roberto Vital, de Porto Velho.
O trio estava em uma picape modelo L200, de cor prata e placas NAO 0899, na qual foram encontrados maçarico, cilindro e botija de gás, alicates de pressão e de corte, inúmeras chaves de fendas, além de mais de 13 (treze) quilos de maconha hidropônica e 06 (seis) quilos de cloridrato de cocaína – cocaína pura. Uma quantia de R$ 502 e cédulas de Euro também foram apreendidas com os três assaltantes.
Juan e Danilo foram presos em um veículo modelo Corsa Seda, de cor prata e placas OAE 2048, nas proximidades de uma lanchonete, localizada  no conjunto Eldorado, no bairro Parque Dez de Dezembro, Zona Centro-Sul de Manaus. Em poder deles também foi encontrado material para a realização dos roubos.
Na casa de Mara, situada no conjunto Francisca Mendes, Zona Norte de Manaus, ferramentas semelhantes as que foram apreendidas na picape, também foram encontradas pela polícia. O lugar seria o ponto de encontro do grupo.
Segundo Vital, o bando seria responsável pelos arrombamentos dos caixas eletrônicos do Centro Universitário Luterano de Manaus (Ceulm/Ulbra), ocorrido no último dia 30 de outubro; do Shopping Grande Circular, no último dia  8, deste mês; e possivelmente ao Parque Municipal do Idoso, ocorrido na madrugada dessa segunda-feira (14).
“Ainda precisamos confirmar o valor que foi levado do caixa eletrônico do Parque do Idoso, pois até o momento o Banco do Brasil, ainda não repassou a informação, que irá auxiliar nas investigações”, salientou Vital. Outras três pessoas ligadas ao bando estão foragidas.
Ousadia
Conforme o secretário de Segurança Pública, o bando liderado por “”Eduardo” teria causado um prejuízo de mais de R$ 2 milhões, em Porto Velho, referente não só aos assaltos praticados contra caixas eletrônicos, bem como contra estabelecimentos comerciais. “Eduardo” sozinho teria participado, segundo o coronel Vital, de mais de 100 assaltos, em Rondônia.

Fonte e Foto: Repórter Cobra