29 dezembro 2011

Três foragidos são presos pela PM e um se entrega

foto: Junivaldo Lima
Quatro foragidos da Unidade Prisional de Humaitá foram recapturados pelo Núcleo de Inteligência da 4ª CIPM, dois na sexta-feira (23), um no sábado (24) e outro se apresentou no domingo (25). Sebastião Gomes da Silva, vulgo “Babá”, Weider Azevedo Barbosa, vulgo “Lobinho” e Ítalo de Souza Medeiros, vulgo “Jacaré” (este último se entregou à polícia) eram foragidos da última fuga no presídio, ocorrido na última sexta-feira (23). Já Fábio Júnior Fernandes Barbosa, o “Pixote” fugiu dia 09 de outubro, e era bastante procurado pela polícia.

Conforme a Polícia Militar, o primeiro a ser recapturado, sexta-feira (23), por volta das 14h00, depois de uma denúncia anônima, foi Sebastião “Babá”, que encontrava-se escondido em uma chácara próximo à ponte do “Igarapé do Banheiro”, bairro de São Sebastião, onde o caseiro era parente do foragido. Depois de um cerco, os policiais adentraram o local e deram voz de prisão ao o foragido que não reagiu.

Posteriormente, já à noite, por volta das 21h00, foi finalmente encontrado o foragido de alta periculosidade Fábio Júnior. “Pixote”, como é conhecido, fugiu em outubro deste ano, e há muito estava sendo procurado pela justiça. O criminoso já foi visto várias vezes praticando furtos e roubos na cidade, e era atualmente, segundo o serviço de inteligência da PM, um dos responsáveis pelo tráfico de droga no bairro de São Sebastião, e chegou a trocar tiros com a PM durante uma fuga. O mesmo, famoso por desafiar a autoridade policial, foi preso quando trafegava tranquilamente numa rua com pouca iluminação no bairro de São Sebastião.

Weider Azevedo Barbosa, o “Lobinho”, foi localizado pelos policiais no sábado (24), escondido dentro de uma residência abandonada no bairro do Andaraí. No local havia uma espécie de sentinela, que o avisava da aproximação de estranhos. Os PM’s usando técnicas de buscas e à paisana, conseguiram se aproximar do local, onde o indivíduo procurado escondera-se debaixo da cama. Depois de muita resistência, o mesmo finalmente foi contido e preso. O comparsa, responsável pelo guardamento do local, empreendeu fuga e não foi alcançado.

Diante do empenho da polícia na recaptura dos fugitivos, Ítalo de Souza Medeiros, o “Jacaré”, sentindo-se acuado, resolveu se entregar no domingo (25), procurando a Unidade Prisional, onde se apresentou aos policiais plantonistas, sob a evasiva de que fugira somente com o intuito de “passar o natal com a família”, sendo conduzido à Delegacia local.

De acordo com o diretor da unidade, Sargento Elói, ainda falta ser recapturado um foragido da última fuga, que ocorreu no dia 23 de agosto, por volta da 01h30. João Claudeli de Souza, vulgo “Tochinha”, está sendo procurado por uma equipe da Polícia Militar que garante que será encontrado nas próximas horas.

O sub comandante da 4ª CIPM, Tenente Daniel Melo, confirma que uma a Polícia Militar continua empenhada nas buscas ao meliante fugitivo e ressalta a importância da prisão desses quatro indivíduos, todos considerados de alta periculosidade. “Essas recapturas evitam que mais crimes sejam praticados por esses meliantes, proporcionando segurança à população”, disse. “A PM estará efetuando um trabalho ininterrupto para localizar e prender o quão rápido esse foragido (“Tochinha”)”, concluiu Melo.

Fonte e Foto: Jornal O Curumim

Jovem de 21 anos Vendia Drogas em sua Residência

Policiais Militares da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar - 4ª CIPM, sob Comando do Capitão PM Guimarães, prenderam em flagrante delito por tráfico de drogas, o nacional “Erick Gustavo”, cujo nome é ERICK GUSTAVO DA COSTA MELO, 21 anos, com a quantidade de 31 (trinta e uma) trouxinhas de substância supostamente entorpecente (Cocaína), o mesmo foi apresentado na 8ª DRPC por Tráfico de Drogas

Sob a coordenação do Tenente PM Daniel Melo, e uma equipe de policiais militares à paisana, foi verificado que um veículo Gol parou na “Boca de Fumo” e saiu sentido a Praça da Rodoviária e os policiais à paisana então informou a guarnição de serviço e foi feita uma abordagem no veículo nas proximidades da Praça da Rodoviária, onde o nacional MARCELO DE SÁ CHAVES, 30 anos, conduzia um Gol, de cor branca,  placa NBF-0434 e outro passageiro ARLEY JUNIOR LEÃO DE ARAÚJO, 22 anos e durante a abordagem foi encontrado no veículo 03 (três) trouxinhas de substância entorpecente supostamente cocaína. 

A guarnição então averiguou onde ambos tinham adquirido a droga, e os mesmos levaram os policiais militares até a Rua 29 de Agosto, Centro, na residência de Erick Gustavo, ao chegar ao local por volta das 02h45min do dia 28.12 (quarta-feira), haviam 04 (quatro) pessoas em frente a residência, o acusado de tráfico ERICK GUSTAVO DA COSTA MELO, 21 anos; a testemunha JOSÉ LUAN RELVAS DE OLIVEIRA, 18 anos; a testemunha NILTON NETO FERREIRA DE SÁ, 22 anos e o menor testemunha A. R. N. N., 17 anos, que portava um cachimbo contendo restos de maconha. 

Diante do flagrante e a afirmação de Arley Júnior que acabara de comprar 02 (duas) trouxinhas de droga pela quantia de R$ 60,00 reais e que a outra trouxinha pertencia a Marcelo de Sá. Após muita insistência Erick Gustavo permitiu que adentrasse em sua residência, onde foi encontrado em seu quarto dentro de uma caixa de cigarro “Lucky Strike”, mais 28 (vinte e oito) trouxinhas de substância supostamente entorpecente (Cocaína), e a quantia de R$ 87,00 reais, 01 (um) Celular Super Média cor azul, 01 (um) Cigarro de Maconha, Erick Gustavo então assumiu que adquiriu a droga em Porto Velho-RO e a vendia em Humaitá-AM, cada trouxinha pelo valor de R$ 30,00 reais  por necessidade, onde responderá agora pelo crime de Tráfico de Drogas. 

Todos foram conduzidos para a 8ª DRPC com suas integridades físicas e moral preservadas, para procedimentos de praxe, onde serão oitivados e realizada a lavratura do flagrante.  

Fonte e Foto: Seção de Comunicação da 4ª CIPM

Zé da Faca é Preso Novamente por Tráfico de Drogas

Policiais Militares da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar - 4ª CIPM, em Humaitá-AM, sob Comando do Capitão PM Guimarães, prenderam em flagrante delito por tráfico de drogas, o nacional “Zé da Faca”, cujo nome é JOSÉ MARIA SILVA DOS SANTOS, 37 anos, fato este já reincidente por inúmeras vezes, com a quantidade de 13 (treze) trouxinhas de substância supostamente entorpecente, possivelmente (cocaína), que estava escondida dentro de uma cama tubular, o mesmo foi apresentado na 8ª DRPC por Tráfico de Drogas. 

Sob a coordenação do Tenente PM Daniel Melo, foi identificada a boca de fumo, realizado levantamentos de movimentação de viciados e foi feita a averiguação com consentimento do proprietário da residência (autorização para adentrar na casa), no dia 27.12 (terça-feira), por volta das 17h30min, na Rua São Vicente, bairro Nova Humaitá, onde o acusado recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia com sua integridade física e moral preservada, para procedimentos de praxe e lavratura do flagrante.

Fonte e Foto: Seção de Comunicação da 4ª CIPM 

22 dezembro 2011

Assembleia aprova Lei do Porte de Arma na Carteira

Projeto de Lei n. 245/2011 – “Porte de arma na Carteira de Identidade Militar é aprovada na Assembleia

Vitória da Polícia Militar!

Consignação da autorização para o porte de arma na Carteira de Identidade Militar é aprovada na Assembleia.
A luta em favor dos Policiais Militares continua firme 
Projeto de Lei n. 245/2011, que dispõe sobre a identificação do Policial e Bombeiro Militar do Amazonas, cujo documento reunirá todos os dados necessários e imprescindíveis à identificação dos referidos profissionais de segurança pública, foi aprovado nesta quarta-feira (21) no Plenário da Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM), representando uma incontestável vitória dos militares de nosso Estado, uma vez que se torna realidade um antigo anseio dos integrantes das mencionadas corporações militares.

Deputado e membros da Comissão
O art. 1º da propositura define obrigações e disciplina os procedimentos relativos à emissão de Carteira de Identidade Militar (CIM), para o pessoal da ativa e aos inativos da Reserva Remunerada e Reformados da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (PM e BM / AM), bem como aos seus dependentes, e do Cartão de Identificação Provisório (CIP), para os alunos dos diversos Cursos de Formação de Praças e Oficiais da PM e BM do Amazonas.

O parlamentar republicano alerta que a Carteira de Identidade Militar é documento pessoal e intransferível, que se destina a comprovar o vínculo entre o identificado e a Corporação, ou entre o dependente e o militar e, neste último caso, prescindirá de prévia e expressa autorização do titular.

Lembrou que os alunos militares que estão se preparando para entrar na academia, hoje, não possuem uma identificação provisória capaz de comprovar sua condição de aluno dos cursos de formação de soldados, de cabos, de sargentos, de habilitação de oficiais de administração e de formação de oficiais, promovidos pelo Estado do Amazonas através da PM e BM ou outro órgão ou entidade devidamente credenciado para isto, com validade apenas provisória, enquanto perdurar o respectivo curso.

Com a aprovação da proposição e a conseqüente operacionalização da Lei, preenche-se uma lacuna de natureza legal quanto à identificação do Policial e Bombeiro Militar no Amazonas, uma vez que o processo de emissão do documento de identificação dos referidos profissionais de segurança pública ainda não era devidamente regulamentado, inclusive no que tange à consignação do registro e da autorização para o porte de arma de fogo de uso permitido, cuja concessão continua vinculada à legislação federal pertinente e de responsabilidade exclusiva do Comandante de cada Corporação, porém passando a constar diretamente na Carteira de Identidade Militar, a partir da sanção da Lei.

Alunos soldados, que breve vão estar nas ruas de Manaus
No entanto, adverte que a consignação das informações relativas ao registro e autorização para o porte de armas na CIM não autoriza o militar portador do mesmo a extrapolar de seus direitos e deveres. Muito ao contrário, é aportada mais responsabilidade quanto ao uso deste equipamento de trabalho do Policial Militar.

Feliz por esta vitória, o Deputado Republicano afirma que “vencida esta batalha, vamos intensificar o trabalho para a aprovação da Lei de Subsídios, anseio maior de nossos colegas policiais e bombeiros militares, cujo andamento está a todo vapor, com as negociações sendo devidamente encaminhadas junto à equipe do Governador Omar Aziz, que tem se mostrado sensível a este pleito e com bastante interesse em corrigir distorções históricas relativas à remuneração dos policias e bombeiros militares do Amazonas.”

Fonte e Foto: Blog do Deputado

Militares e Governo chegam a um consenso na planilha de salário da Polícia Militar

O Deputado  encaminhou o diálogo na negociação
A manutenção da Gratificação de Trabalho Extraordinário (GTE) gerou a princípio uma discordância entre os dirigentes das entidades militares. Mas, depois da explicação da equipe de que o governador Omar Aziz não abriria mão desse recursos houve um entendimento melhor sobre o tema.

O Clima ficou tenso na penúltima reunião desta quarta-feira (21), depois de 2h e 30m de debate entre a equipe de governo que foi nomeada pelo governador Omar Aziz, formada pelos Secretários de Governo, Dr. George Tasso e Administração do Estado – Dra. Ligia Fraxe com Deputado (PR) representando Associação de Cabos e Soldados da PM/BM, Associação de Subtenentes e Sargentos PM/BM, Associação dos Inativos PM/BPM, Clube dos Oficiais PM/BM, Representantes do Comando Geral da PM e do CBMAM, que mantiveram o posicionamento na defesa dos valores pré-estabelecidos nas tabelas anexas a nova Lei de Subsídio da PMAM /BMAM.

Depois de muito debate contrário, chegou-se ao consenso da manutenção dos mesmos valores estabelecidos na Lei, no entanto, mantendo-se também vigente a GTE (que numa exegese simples, significa dizer da pretensão da incorporação dos percentuais da GTE, mantendo a GTE para a Tropa).

O deputado com bastante equilíbrio e determinação cobrou da equipe de governo prazo e uma nova leitura da proposta que foi enviada militares que será apresentada pela equipe de Governo até sexta-feira próxima.

A proposta obedecerá os mesmos percentuais estabelecidos na Lei, no entanto, com simulação das planilhas com incidência sobre a GT e Soldo; outra com incidência apenas sobre a GT, e outra com incidência sobre o soldo.

O pedido do Deputado recebeu apoio dos demais representantes da entidades de classe dos militares e a contraproposta sugerida pela equipe de Governo mantém o que se almeja com a nova Lei (incorporação dos valores percentuais da GTE e a manutenção do ganho real na inatividade), conciliando com a intenção do Governo em manter a GTE dentro do planejamento estratégico para a Segurança Pública do Estado.

Ficou estabelecido entre as partes na referida reunião que a definição dos valores pela equipe de Governa não excederá a data de segunda-feira (21), concluiu Cabo Maciel.

Fonte e Foto: Blog do Deputado

11 dezembro 2011

Concurso Polícia Federal e PRF – 2.800 vagas para a fronteira em 2012

Muita gente está estudando há anos com o sonho de integrar os quadros da Polícia Federal ou Polícia Rodoviária Federal no Brasil, já que o último concurso ocorreu a mais de três anos. 

Uma boa notícia tomou conta dos noticiários: o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou que a Presidente da República autorizou a abertura de 2.800 vagas para as instituições, visando o combate do crime nas fronteiras (detalhe importante para quem acha quer passar no concurso e morar perto de casa).

Serão 1.500 vagas para a PRF e 1.300 para a PF:
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta quinta-feira (8) que a presidente Dilma Rousseff autorizou a contratação de 1.500 homens da Polícia Rodoviária Federal e 1.300 da Polícia Federal. Ele não detalhou, porém, quando os editais dos concursos serão lançados.
Segundo o ministro, os servidores que ingressarem a partir de agora na PF e na PRF serão lotados nas fronteiras.
O anúncio foi feito durante a assinatura de pacto com 11 estados para fortalecer a proteção das fronteiras brasileiras. O governo pretende investir R$ 37 milhões para reforçar o policiamento dessas regiões.
Segundo Cardozo, o reforço do policiamento nas fronteiras só começará a partir do próximo ano devido ao período de treinamento. “Pretendemos melhorar as condições daqueles que trabalham na fronteira. Isso não é uma promessa, é uma decisão”, disse.
Os estados participantes do Plano Estratégico de Fronteiras são Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Para conseguirem verba do governo, esses estados precisarão apresentar projetos, que serão avaliados pelo Ministério da Justiça segundo “critérios bastante objetivos”, conforme afirmou Cardozo.
“Não será em momento algum a remessa de recursos feita de maneira aleatória. Tudo exigirá um plano com objetivos muito bem postos que serão acompanhados pelo Ministério da Justiça ao longo da execução”.
O pacto faz parte da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron) e envolve os ministérios da Justiça e da Defesa, sob coordenação do vice-presidente da República, Michel Temer.
O Plano Estratégico de Fronteiras tem como objetivo reduzir os índices de criminalidade e enfrentar o crime organizado. Segundo informou o Ministério da Justiça, os crimes mais comuns nas regiões de fronteira são tráfico de drogas, de armas e de pessoas, além de contrabando.
Boa sorte a todos os concursandos, que já devem se apressar nos estudos e preparação para as provas, já que o concurso deve ser lançado já em 2012.

A arma falhou quatro vezes e ele não se tornou um assassino


Humaitá (AM) - A arma falhou quatro vezes e um crime deixou de acontecer. Rafael Guady de Almeida, de 18 anos estava armado com um revólver calibre 32 e freqüentava o festejo com seu irmão na madrugada do dia 09 de dezembro. 


Segundo, ele um elemento havia batido em seu irmão, sem que este fizesse nada de errado, como resposta ele armou-se com o artefato e procurou-o para acertar as contas


Num determinado momento Rafael ficou frente a frente com seu oponente, quando tentou acertá-lo com sua arma esta falhou livrando o inimigo de uma morte certa.

Ao ser inquirido sobre como conseguiu a arma, Rafael revelou que comprara em Porto Velho por 300 reais e cada cartucho por 6 reais cada (este é o preço da morte). Um dos policiais presentes na 8ª DRPC afirmou que o irmão de Rafael de 16 anos já havia se metido numa confusão pela manhã. O rapaz preso mora no bairro de Santo Antonio e vai ser indiciado por porte ilegal de arma de fogo.

Fonte e Foto: Haroldo Ribeiro

Humaitá-AM - Preso quase morre após linchamento de colegas de cela

Humaitá (AM) - Às 19h30min, a Polícia Militar é acionada para intervir na Penitenciaria da cidade no Bairro de São Pedro, imediatamente uma equipe é destacada para realizar a diligência. Quando chegaram ao local encontraram um dos detentos, Manoel Ferreira Satere entre a vida e a morte, hematomas estavam em todo o corpo e os sinais vitais prestes a desaparecer.


Mais que depressa, os policiais colocaram o rapaz de apenas 20 anos de idade dentro da viatura recém reformada e tocaram para o Hospital Regional de Humaitá.
           
Enquanto, transportava o rapaz agonizante outra equipe foi destacada para a Penitenciária, eles deveriam levar os responsáveis por tal barbárie à Delegacia da cidade, o nomes dos envolvidos são: Tomas Soares de Aguiar, de 18 anos, Tomás Queiroz dos Santos, 20, Gustavo Leite Barbosa, 22, Walney da Silva Farias, 23 anos e Ricardo da Costa Ramos de 22.
           
Na tentativa de homicídio contra companheiro de cela 03 do Pavilhão B, por motivo ainda, não sabido os cinco elementos usaram dois xuxos de mais de 30 cm e com a ponta extremamente afiada, luvas cirúrgicas, uma corda, um pedaço de fio de iluminação e um bodoque feito de camisinhas.
           
Após as respectivas autuações todos os cinco envolvidos vão ser reconduzidos a xadrez da penitenciara onde deverão ter dentro de seus currículos mais uma ação criminosa.

Fonte e Foto: Haroldo Ribeiro

4ª CIPM - Jogo de amigos encerra com vitória por 6 a 4

AMIGOS DO DENIS
Humaitá (AM) - Aconteceu no final da tarde desta sexta-feira (09) no campo da 4ª CIPM, uma partida amistosa formada por amigos dos policias militares Dênis e Delvalino, com direito a foguetes e muito mais. 

A partida era na verdade uma confraternização entre amigos policiais militares que disputavam quem se sairia melhor após o jogo. 

As equipes eram formadas com uniformes, técnico e até torcida presente, o arbitro foi o também policial militar Ennio, que controlou os ânimos de nossos craques peladeiros. 

O resultado final encerrou com a vitória da equipe do policial militar Dênis, que venceu por 6 a 4, onde o artilheiro PM Isaílton "Corinho" fez quatro gols e o PM Anderson fez dois. A equipe do PM Delvalino ainda marcou quatro gols, sendo que, o PM Oliveira marcou três e o PM Robson fez um. 



AMIGOS DE DELVALINO 

A partida foi bastante movimentada e comentada pelos presentes, que se divertiram com a performance de nossos craques. Haverá muito breve uma 'nova' partida entre as equipes que já se preparam para uma revanche que será oferecida a equipe do Delvalino que promete que, o resultado será diferente com certeza. 

Vale registrar a alegria de nossos policiais militares que, trabalham diuturnamente para oferecer segurança pública a nossa população humaitaense.

Fonte e Foto: Repórter Cobra

08 dezembro 2011

Corrupção Policial: as ovelhas negras são brancas

As pessoas geralmente não conseguem entender como determinados políticos se mantém no poder mesmo havendo inúmeras denúncias e até comprovações de desvios cometidos. Pior: como estes sujeitos são até bastante privilegiados, com cargos, nomeações e promoções cobiçadas? O espanto do espectador (brasileiro) se limita à incompreensão – incapaz de realizar qualquer protesto ou ato coletivo de indignação – de um contexto criminal diferente do que vivenciamos nas ruas, onde os autores dos crimes têm território, classe social e até cor da pele para serem identificados.

Não é o que acontece com o crime no poder público, onde a corrupção carece de laços amistosos entre o que é legal e o que é ilegal. Nas polícias, dificilmente se encontrará um policial que atente declarada e frontalmente contra a legalidade, ao contrário, quanto mais probo e honesto parecer, mais presunção de inocência terá no cometimento do desvio. Quanto menos suspeitas recair sobre si, melhor.

Não é raro que policiais envolvidos com o crime (em todos os escalões) sejam privilegiados e premiados, justamente porque se inserem fluidamente nos círculos do poder, visando garantir confiança. Que sentido faz para um policial que pratica extorsão nas ruas chegar atrasado ao trabalho, ou um chefe de unidade que recebe propina resistir às orientações de seus superiores, se ao agir assim chama atenção e causa descontentamento?

Também alguns discursos e entendimentos aparentemente morais e justos servem de guarida à corrupção. O discurso do extermínio a qualquer custo é o principal deles. O “bandido bom é bandido morto” autoriza a execução enquanto prática policial legítima, colocando a vida como objeto de negócio – e como produto a ser negociado corruptamente, não há outro mais valioso que a vida. Se este discurso vira parte da cultura organizacional, é difícil impedir que o matador não se torne um herói corporativo, mesmo que, de novo, seu “público” tenha território, classe social e cor da pele definidos.

Não queremos aqui inverter valores: o policial que chega atrasado ou dá demonstrações de incorreção em seu cotidiano profissional deve, sim, ser repreendido. Porém, é preciso perceber que a corrupção densa é muito menos explícita do que imaginamos, podendo ser cometida até por quem está ao nosso lado, a quem concedemos este ou aquele agrado profissional. Nestes casos, o maior esforço das ovelhas negras é se mostrarem brancas.

Fonte e Foto: Abordagem Policial

07 dezembro 2011

Quem entende o policial?

O policial deve entender que os indivíduos que praticam tráfico de drogas nas periferias geralmente foram vítimas de circunstâncias sociais excludentes, que certamente possuem déficit afetivo-familiar, e que instituições e valores que devem estar presentes na educação de qualquer jovem lhe faltaram;

O policial deve entender que seu serviço é de utilidade pública, e não pode ser interrompido, motivo pelo qual sempre que realiza greve a justiça decreta a ilegalidade do movimento, mesmo que a própria justiça, quando faz greve, não tenha seu movimento considerado ilegal;
O policial deve entender que o governo tem limitações orçamentárias, e que a Lei de Responsabilidade Fiscal deve ser cumprida, em detrimento da concessão de salários dignos com o risco que a profissão policial propicia, mesmo quando se sabe de casos escandalosos de desvio de dinheiro público, ou gastos injustificáveis, no mesmo governo;

O policial deve entender que a universidade ainda carrega traumas e estigmas dos tempos de exceção, e que até se aproveita deste receio para garantir certa liberalidade e desrespeito às leis em suas instalações e espaços;

O policial deve entender que num sistema capitalista os jornais precisam, de alguma forma, ganhar dinheiro, e que a audiência dos veículos de comunicação é diretamente proporcional aos casos de violência que exibe, às vezes incentivando a repressão policial arbitrária, às vezes criticando qualquer ação de uso da força da polícia;

O policial deve entender que o jovem branco e rico flagrado com droga é apenas um hedonista, curtindo a vida, enquanto o negro e pobre é um criminoso, traficante;
O policial deve entender que boa parte das organizações protetoras dos Direitos Humanos estão atentas aos abusos cometidos pela polícia, embora não tenham a mesma atenção quando se refere a assédios e violações dos direitos, também humanos, dos policiais;
O policial deve entender que mesmo um movimento social justo, legítimo e necessário deve ser interrompido se houver determinação do governo – aquele que lhe nega o devido reconhecimento profissional;

O policial deve entender que, para a sociedade em geral, parecer educado, culto, intelectual, erudito e polido não é parecer policial;

O policial deve entender a dor da mãe que toma conhecimento que seu filho foi preso;

O policial deve entender a dor da mãe que perde o filho em um assassinato;

O policial deve entender que deverá tirar a vida de outrem, caso uma terceira vida esteja em risco;

Enfim, para ser policial, é preciso que, pelo menos, se entenda todos os pontos anteriores – e admitir estar aberto para entender muitas outras coisas.

Fonte e Foto: Abordagem Policial

Polícia investiga latrocínio acontecido em Humaitá no Amazonas


Policiais da 8ª Delegacia Regional de Humaitá-AM estão investigando o latrocínio de João Bosco Lopes da Silva, 43, fato ocorrido às 02h30 da madrugada desta quarta-feira (7), no sítio do “Senhor Pedrão”, localizado no quilômetro 40, da BR 319.  Do local foi levado o veículo da vítima, um Tempra, azul, placa AVS-8800.
Uma testemunha informou  aos policiais que cinco homens fortemente armados, invadiram o sítio e deflagraram vários disparos contra João, levando o carro da vítima.  Ainda de acordo com a testemunha, o veículo estava com pouco combustível e acabou sendo localizado durante os trabalhos de diligência realizados pelos policiais. O carro estava abandonado a aproximadamente  15 quilômetros de Porto Velho-RO.
Segundo o delegado da 8ª Delegacia Regional, Teotônio Rego, há suspeitas de que os autores do latrocínio sejam os mesmos que roubaram a agência bancária do Banco Bradesco, na última terça-feira (6), por volta das 3h da madrugada. Testemunhas que foram ouvidas na delegacia, informaram que viram cinco homens, em um gol preto, todos encapuzados e armados, em atitude suspeita, horas antes da explosão da agência bancária. O delegado acredita que o carro roubado de João Bosco, foi usado pelos assaltantes para despistar os policiais, na fuga.

Quadrilha explode e rouba caixas-eletrônicos do Bradesco em Humaitá-AM

Uma quadrilha de aproximadamente cinco homens encapuzados e fortemente armados explodiu na madrugada de ontem (06) quatro caixas eletrônicos da Agência do Banco Bradesco na Av. 5 de Setembro em Humaitá-AM.

Segundo testemunhas, a ação ocorreu por volta das 02h00 da manhã, quando os bandidos, que estavam num veículo Gol de cor preta, com retrovisor prateado, chegaram no local fortemente armados, e colocaram os explosivos nos equipamentos. Com a explosão dos artefatos todos os caixas eletrônicos da agência foram destruídos e o dinheiro levado pelo bando.

De acordo com os Policiais Militares da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM), a explosão foi ouvida no quartel da PM, e imediatamente uma guarnição foi acionada via rádio e ao chegar ao local, ainda havia fumaça e forte cheiro de explosivo, e com as informações de que os indivíduos haviam fugido em alta velocidade pela BR 319, sentido Porto Velho-RO, imediatamente duas guarnições começaram as buscas e diligências, chegando a encontrar pedaços do caixa-eletrônico jogados no KM 08.

Uma equipe da PM comandada pelo Tenente Daniel e uma da Polícia Civil estão empenhadas nessa ocorrência desde as duas da manhã, conforme relatou-nos o comandante da 4ª CIPM, Capitão PM Guimarães, que ainda ressaltou que o fato provavelmente se deu devido à greve dos Policiais Militares em Rondônia, sobretudo em Porto Velho-RO, cidade vizinha de Humaitá-AM. “Toda vez que isso ocorre, traz preocupações e conseqüências negativas também para os municípios vizinhos, como Humaitá”, disse.

O veículo suspeito foi visto passando em alta velocidade pelo trecho em frente ao 54º BIS, levantando a suspeita de que os criminosos fugiram pela estrada intransitável, sentido Manaus-AM, já que os mesmos não cruzaram a balsa do Igarapé Ipixuna, no sentido Humaitá-Lábrea. A Polícia afirma que há algumas outras pistas, mas não dá mais detalhes para não atrapalharas investigações.

A Polícia Militar nos informou que todo dia são empregados mais de 25 homens durante as Festas da Padroeira de Humaitá-AM e que mais duas guarnições com 10 homens são responsáveis pela área de serviço, que consiste no serviço ostensivo e preventivo na cidade, chegando a um total de 35 policiais empregados diariamente. Levando-nos a concluir que o fato desta madrugada se sucedeu de forma muito bem planejada e contando com um pouco de sorte, já que por pouco a polícia não se deparou com os criminosos, chegando ainda a persegui-los.

O impacto da explosão foi tão violento que os objetos foram lançados para fora da agência bancária e a explosão pôde ser ouvida por moradores do Centro e bairros próximos. Até o fechamento desta matéria os assaltantes ainda não haviam sido localizados, e o banco ainda não havia informado a quantidade de dinheiro que foi levado.

Fonte e Foto: Jornal O Curumim e Haroldo Ribeiro

05 dezembro 2011

PMRO em Greve, desde 4 de Dezembro de 2011

Esposas de PMs fecham quartéis e governador diz que não pode atender reivindicações

O governador de Rondônia, Confúcio Moura, pediu “bom senso” para os envolvidos na paralisação dos Policiais Militares e Bombeiros em Porto Velho, em entrevista à TV Allamanda na manhã de sábado. Confúcio disse que ainda não havia recebido qualquer manifestação de greve, mas que já apresentou números sobre as condições de pagamento para o funcionalismo para os sindicatos e que não pode “quebrar o Estado, nem ser preso por descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal.”

Como já haviam anunciado, esposas de policiais militares fecharam os batalhões em Porto Velho na madrugada de sábado. Como a lei proíbe movimento grevista na corporação, as mul
heres e familiares dos membros da categoria estão à frente do movimento, que começou forte na capital com o bloqueio de quartéis e o esvaziamento de pneus de viaturas e motos da PM.

Até às 10 horas deste sábado, as mulheres e familiares haviam conseguido manter 10 viaturas paradas no 1º Batalhão; 10 no 5º; dois ônibus e oito viaturas com os pneus esvaziados na Companhia de Trânsito; 20 motos com os pneus esvaziados na mesma companhia.

Esta é a segunda greve da Polícia Militar de Rondônia no primeiro ano do Governo Confúcio. As mulheres e familiares alegam que o Governo tem sido intransigente nas negociações. O Estado chegou a oferecer um percentual de reajuste, mas retirou a proposta.

Os militares reivindicam 44% de reajuste e garantem que, desde o início do ano, vêm dando uma trégua ao governador. Nesse período, realizaram várias manifestações, movimentos paredistas, carreatas, tudo para chamar atenção da população para a segurança pública.

Depois de descumprir a promessa dos 44% – 11% em agosto/2011, 11% novembro/2011, com 22% vinculados à transposição, o governo apresentou “uma contraproposta vergonhosa em que os militares terão que aguardar até 2014 para a sua valorização”, diz Ada Dantas, da Assfapom, uma das entidades à frente do movimento.

Segundo a Assfapom, “o governo se aproveita da vedação constitucional (de não poder fazer greve) para calar o profissional; ao contrário ,é preso”.

Elas pedem reajuste salarial da ordem de 44%. As mulheres estão concentradas no 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM), no bairro Arigolândia, centro da cidade, e no 5º BPM, que é um dos maiores quartéis de Porto Velho, responsável pelo policiamento da zona Leste da Capital. A manifestação é pacífica na frente dos quartéis, cujos portões foram fechados com cadeados.

Fonte e Foto: Blog Heróis da Vida

02 dezembro 2011

Irmãos Pato São Flagrados no Divino Pranto

Policiais da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar - 4ª CIPM, sob Comando do Capitão PM Guimarães, prenderam em flagrante delito os irmãos “Pato” DONIZETE MORAIS DE SOUZA, 26 anos, ROGÉRIO MORAIS DE SOUZA, 21 anos, MAURÍCIO MORAIS DE SOUZA, 24 anos e RENATA PATRÍCIA GONÇALVES MOREIRA, 28 anos, fato já reincidente por essa quadrilha de irmãos traficantes, e ainda falta um destes a ser preso, todos foram flagranteados por Tráfico de Drogas 21 (vinte e uma) trouxinhas de substância entorpecente, possivelmente crack, 02 (duas) trouxinhas de substância entorpecente, possivelmente maconha, 01 (um) tablete de aproximadamente 25 (vinte e cinco) gramas de maconha, 04 (quatro) celulares, 02 (dois) relógios, 01 (uma) câmera digital. 

Sob a supervisão do Tenente PM Daniel Melo, foi identificada a boca de fumo, realizado levantamentos de movimentação e solicitado ao juiz da 2ª Vara Mandado de Busca e Apreensão, que foi cumprido hoje (02.12), por volta das 10h00 da manhã, no bairro Divino Pranto, onde todos os acusados foram presos em flagrante e conduzidos para a 8ª DRPC com suas integridades físicas e moral preservada, para procedimentos de praxe e lavratura do flagrante.  

Fonte e Foto: Seção de Comunicação da 4ª CIPM

Governador dá sinal verde para Lei de Subsídio da PMAM

Governador Omar Aziz recebe Deputado, Representantes de Categorias da PM/BM-AM, e do Comando Geral da PMAM, recebem tratamento igual a Policia Civil para tratar da viabilização da Lei de subsídios.
Governador Omar Aziz recebe lideranças militares e diz que
será um aliado na aprovação da Lei de Subsídio

O Deputado (PR) acompanhado dos Representantes de classe dos policiais e bombeiros militares do Amazonas, foram recebido na tarde de hoje, (01) pelo governador Omar Aziz (PSD) para tratar da Lei de Subsídio. Na oportunidade o Governador Omar Aziz garantiu que será dado aos policiais militares o mesmo tratamento que foi dado a Polícia Civil e determinou sua equipe de governo, formada pelo o Chefe da Casa Civil, Raul Zaidan, o Secretário de Governo George Tasso e a Secretária Estadual de Administração, Ligia Abraim Fraxe Licatti, para que no prazo de 15 dias, a contar do dia 05 de dezembro que apresente a proposta para viabilização do impacto financeiro necessário para aprovação da Lei subsídio, sob a égide da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), para, em ato contínuo, ser enviado à Assembléia Legislativa do Estado para votação.

Ten. Amarildo fala sobre a luta dos policiais militares pela 
aprovação da Lei de Subsídio
Destacou a atenção e o tratamento cordial que governador Omar Aziz deu aos representantes das entidades de classes da PM/BM, deixando bem claro que a PMAM tem na sua pessoa um grande aliado, que irá ajudar bastante nas negociações para aprovação da Lei de Subsídio.

O governador determinou que a partir de segunda-feira (05), sua equipe terá um prazo de 15 dias para apresentar uma proposta sobre o reajuste dos policiais militares para avaliar o impacto financeiro na folha do Estado, de modo a não infringir a LRF.


Para o deputado o encontro do Governador Omar Aziz com o presidente da Associação dos Cabos e Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas; Cel. Pacheco, presidente do Clube dos Oficiais; presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (ASSPBMAM), 1º sargento PM Francisco Pereira da Silva, o “Pereirinha”; presidente da Associação dos Inativos; Sargento Eufrázio do Corpo de Bombeiros; da Associação das mulhes esposas de Militares estaduais, representantes do Comando Geral da Polícia Militar, vindo tranqüilizar a tropa que aguardava com ansiedade um posicionamento do Governo.

Fonte e Foto: Blog do Deputado
Copyright © 2014 Blog do Leão