20 fevereiro 2012

Assessor Parlamentar é Preso pela PM Com Quase 1 quilo de Maconha em Humaitá-Am



            A cidade de Humaitá duplica em número de habitantes, quando se fala em carnaval, a grande maioria é composta de gente da própria cidade que está morando na capital do estado vizinho, muita gente vem somente para descansar, mas a maioria do povo  chega à cidade para fazer folia, beber e “zoar” todos os dias, sob a bandeira da licenciosidade em que tudo parece ser permitido.
            Na bagagem de quem vem pode se encontrar de tudo até mesmo drogas, muitos se sentem atraídos pelo lucro aparentemente fácil da droga. O que a maioria não conta é que a polícia por aqui anda esperta e de trouxa não tem nada.  No posto avançado estavam os policiais: Cb Rosemilton e os Soldados Siqueira, Pablo, Lordiana, Raleson, Marcio Rola, Jusciclei, Paulo Pereira e C. Augusto.

            No domingo pela manhã, por volta das 10h00min, Rafael Chaves Martins, de 21 anos estava próximo da cidade ele pensava que seu plano daria certo e que a mercadoria que levava chegaria ao seu destino, às ruas de Humaitá lotadas de foliões, alguns deles que gostam de fumar a “erva maldita”. No posto da SEFAZ foi montada uma barreira policial justamente para coibir o tráfico. Quando Rafael foi parado por um dos policiais ele parecia um indivíduo comum e sem nenhum problema, porém ao ser abordado o rapaz começou a pressentir que a casa iria cair para ele.


            O policial pediu para que ele dissesse o que tinha no porta-capacete da moto C-100 Biz, cor  verde; ele afirmou que havia roupas e numa sacola outras roupas molhadas, ao apalpar a sacola o policial notou que havia um tablete duro que o rapaz disse tratar-se de um livro, quando o policial abriu a sacola descobriu um grande tablete de maconha prensada, 870 gramas, o que depois de vendida poderia chegar a 4 mil reais. Após ser levado à Delegacia de Humaitá, verificou-se que Rafael era assessor parlamentar em Porto Velho servindo no gabinete do presidente da Casa, conforme levantou a Polícia Militar de Humaitá – AM.

Por Haroldo Ribeiro - Blog AmazonTime