01 março 2012

Deputado destaca, na ALEAM, Lei de Projeção Salarial e Lei de Subsídios da PM

  O líder do PR na Assembleia Legislativa recebeu apoio de seus pares e destacaram a luta que o Deputado vem tendo em favor de novas conquistas para os Policiais e Bombeiros Militares. 

Deputado  fala da conquista para os militares

O deputado estadual aproveitou a sessão de ontem (29), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) para agradecer a confiança do governador Omar Aziz (PSD) que definiu a questão salarial dos Policiais Militares e Corpo de Bombeiros. O deputado se referia as negociações Lei de Remuneração do Policial Militar, a Lei de Projeção Salarial e Lei de Subsídios da PM, acordadas com o Governo do Estado, que atendeu as reivindicações da categoria e abriu as portas para 64 dias de negociações.

O deputado disse ainda, que existe muita conversa e desinformação quanto ao Projeto de Lei, que, segundo ele, vai tratar da viabilização da lei de subsídios, para o qual será demandado recursos no valor de R$ 273 milhões para os próximos cinco anos, ou seja, de 2012 a 2016. A lei de subsídios beneficia a ativa, reserva e os pensionistas da PM e Corpo de Bombeiros, como ressaltou.

O parlamentar agradeceu ainda, ao apoio dos deputados e das associações militares, como de Cabos e Soldados e Bombeiros Militares do Amazonas; Clube dos Oficiais; Subtenentes e Sargentos da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, dos Inativos; das Mulheres Esposas de Militares Estaduais, do Chefe da Casa Civil, Raul Zaidan, do Secretário de Governo George Tasso e a Secretária Estadual de Administração, Ligia Abraim Fraxe Licatti.
Lideres das Associações reunidos na casa do governador

Deputado assegura que o pleito — com projeções salariais para cinco anos, com ganhos reais — foi acatado pelo governador. “A PM, em 174 anos de existência, nunca teve um reconhecimento tão grande. Tenho 19 anos de corporação e vi, no governador, vontade de negociar. 

 Hoje o nosso policial sabe quanto vai ganhar, de 2012 até 2016”, disse ele, ao assegurar que não há percentual diferenciado. “Temos o ganho real ano a ano e a manutenção da data-base, todo 21 de abril. Essa projeção de salário nenhum Estado conseguiu”, completou. Segundo o deputado o Estado do Pará, por exemplo, fechou o salário da PM em R$ 2.025. “Mas eles não têm data-base e nem projeção salarial. No próximo ano vão ter que correr atrás de entendimento”, ressaltou.

Pelos números destacados pelo parlamentar, a base salarial do soldado ao coronel, chegará em 2016 com 90,33% de reajuste, fora a data-base, mantida em 1º de abril. “E se jogar a média de 5% ao ano, chegaremos a 25%, mas como é juro sobre juro, esse reajuste deve chegar a 30%”, garantiu.

O deputado destacou ainda os investimentos do governo na Segurança Pública, no valor de R$ 250 milhões, gastos em equipamentos, viaturas, e no treinamento de pessoal. “O homem que vai dirigir as viaturas precisa ser valorizada. E isso fomos buscar com o governador Omar”, disse.

Apartes
Dep. cumprimentado pela tropa

Deputados como Chico Preto (PSD), líder da maioria, e Marcos Rotta (PMDB), vice-presidente da Casa Legislativa, apartearam o discurso do deputado para ressaltar o empenho do parlamentar nessa questão junto ao governo do Estado. “Pela história do governador Omar Aziz não teria uma postura diferente nessa questão. 

A segurança pública não é uma prioridade só da população, mas do governo que represento”, disse o deputado, ao assegurar que só no Ronda no Bairro o governo aumentou o efetivo em 2,5 mil profissionais. Chico Preto, disse, ainda ser testemunho do compromisso do deputado com a Polícia Militar e de sua luta em prol dos praças e oficiais.
Dep. Cabo Maciel conversa com os alunos soldados

Marcos Rotta, por sua vez, cumprimentou o deputado pelo trabalho que realiza desde a posse na ALEAM, mostrando os problemas, apontando soluções e reconhecendo o esforço do governador e da polícia na área de segurança pública.

“Para falar desse tema é preciso ter coragem e para enfrentar o tema a coragem tem que ser redobrada”, disse ele, ao ressaltar a experiência do governador Omar Aziz como secretário de Segurança. “Participei de reuniões e presenciei o governador conclamando o deputado para apontar os problemas, desafios, e colaborar na implementação do Ronda no Bairro. E ele não se limitou a ajudar, mas percorreu o interior do Estado, reuniu com lideranças e trouxe os anseios dos militares para o governo”, garantiu.
Governador Omar com Dep.

Marcos Rotta disse não ter dúvidas que o Ronda no Bairro é um divisor de águas na área de Segurança Pública. Ele ressaltou que com poucos dias de lançamento, o governador de Rondônia veio em comitiva a Manaus conhecer o programa moldado em uma concepção diferenciada, que aproxima do cidadão e cria a polícia comunitária. “Quero não apenas enaltecer o programa, mas fazer Justiça ao deputado que não mede esforços para ajudar a melhorar a segurança pública”, disse.

José Ricardo (PT), por sua vez, questionou a insatisfação dos policiais com a divulgação dos dados pessoais e fotografias das equipes do Ronda no Bairro. Segundo o deputado, os policiais entraram no Ministério Público para resguardar suas imagens, pois estariam muito expostos.

O deputado informou, ainda, que apresentou o Projeto de Lei que trata da carreira dos praças e bombeiros da Polícia Militar, para que eles tenham asseguradas as promoções de carreira.

Fonte e Foto: Blog do Deputado