29 janeiro 2012

Bolsa Formação - Ciclo 24 - Cursos EAD / SENASP / PRONASCI



Estarão abertas as inscrições para o ciclo 24 (vinte e quatro) do programa de Cursos de Ensino à Distância da Secretaria Nacional de Segurança Pública (EAD), da SENASP. Acontecerá a partir do dia 26 até 30 de Janeiro de 2012, em duas etapas:
  1. As inscrições ocorrerão em duas etapas. Na primeira, do dia 26/01 a 28/01/2012, o aluno só pode se inscrever em 01 (um) curso somente. 
  2. Na segunda etapa, nos dias 29/01 a 30/01/2012, caso o limite de 200 mil vagas não seja atingido, o aluno já cadastrado, que não tenha se evadido no ciclo anterior, poderá solicitar inscrição em mais um curso, até o limite previsto de 200 mil inscrições.
A Bolsa Formação é um benefício social em que os profissionais de segurança pública que ganhem até de R$ 1.700,00 reais líquidos (mudou a forma de contagem), aliás nenhum policial no Brasil irá mais receber a Bolsa Formação, que já é um programa falido, os cadastrados passam a perceber uma bolsa no valor de R$ 443,00 mensais durante um ano, prorrogável por mais um. Além disso, o policial não pode ter sido punido disciplinarmente nos últimos cinco anos, nem estar respondendo a processo administrativo.

Para quem quer passar a receber a Bolsa, é fundamental que realize no mínimo 01 (um) dos cursos da rede EAD, além de serem cursos muito úteis no desempenho profissional – faço o curso a mais de dez ciclos seguidos.

Você pode buscar mais informações nos links abaixo:
***
Neste ciclo, alguns cursos estão com versões atualizadas, e cursos novos foram implementados – Inglês 1, Identificação Veicular 2, Investigação de Estupro e Ocorrências envolvendo Bombas e Explosivos. Clique aqui e faça sua inscrição o quanto antes, as vagas são limitadas!

AVISO IMPORTANTE: Serão disponibilizados cerca de 60 cursos a distância, via internet, lembrando que quem já concluiu um dos cursos poderá inscrever-se em dois neste próximo ciclo, seguindo as orientações do ciclo, até atingirem as 200.000 mil inscrições. 

Há e não se esqueçam que depois de concluir um dos cursos oferecidos pela SENASP, você terá que cadastrar-se no ambiente SisFor, para perceber a Bolsa no valor de R$ 443,00 reais e concluído este processo Cadastre seu Requerimento para ser aprovado/homologadofeito isto é só esperar os gestores aprovarem e pronto, seu cartão chegará em sua residência e basta desbloqueá-lo em uma agência da Caixa, criar uma senha, observar e agendar as datas de pagamento.

As inscrições ocorrerão em duas etapas. Na primeira, do dia 26/01 a 28/01, o aluno só poderá se inscrever em um curso. Na segunda etapa, nos dias 29/01 e 30/01, caso o limite de 200 mil vagas, das quais 140.000 são destinadas a inscrições individuais e 60.000 para inscrições institucionais para a COPA 2014, não seja atingido, o aluno já cadastrado, que não tenha evadido no ciclo anterior, poderá solicitar inscrição em mais um curso, até o limite previsto de 140 mil inscrições individuais.

Atenção! A partir deste ciclo, os cursos estão disponíveis de acordo com a instituição/órgão a que pertence o aluno.

Os cursos IDV1, EPH1, MVV/MVVVA e VCP/VCPVA foram atualizados e receberam novas siglas: IDV1VA, EPH1VA, AMSV e VCPVN, respectivamente. Os alunos que já fizeram estes cursos em ciclos anteriores não precisam fazê-los novamente.

O curso Busca e Apreensão (BEA) foi atualizado e divido em dois cursos de 40hs (BEA1 e BEA2). O aluno que já concluiu BEA na versão antiga, com 16 módulos, não precisa fazer os cursos BEA1 e BEA2.

Esclarecimentos de dúvidas sobre o processo de inscrições devem ser obtidos através dos Tutores Masters cujos endereços se encontram na página do Ministério da Justiça - www.mj.gov.br/ead - no link Telecentros. 

Quer saber mais sobre o PRONASCI, clica no link e veja o que a Presidenta da República , Dilma Rousseff e o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso fizeram.

Fonte e Foto: Blog do Leão

28 janeiro 2012

Blog do Leão – 4ª CIPM – 3º Aniversário


Caros leitores, amigos e simpatizantes da Polícia Militar do Amazonas - PMAM, viemos aqui de antemão para parabenizar a equipe de criação e desenvolvimento do site Blog do Leão, que nasceu dia 28 de janeiro de 2009, e excepcionalmente hoje completa 03 anos de existência, onde após a instalação de um contador de visitas (Google Analytics) há 01 ano e 06 meses atrás, foram registrados mais de 127.867 visitações, isto somente com 3 anos de existência, números que equivalem a cerca de 7.103 visitantes por mês ou 236 visitas por dia.
Graças ao sucesso e aceitação do Blog pelo público, é que nos sentimos honrados em melhorá-lo a cada dia, fazendo Humaitá-Am ser conhecida e mostrar o trabalho da PMAM, que é sempre infinitamente criticada por seus erros, mais dificilmente elogiada por suas inúmeras ações em prol da sociedade. Recebemos visitas até do exterior, além de várias cidades brasileiras e de quase todos os estados, ao todo foram clics de 25 países, cerca de 132 cidades. 
Agradecemos as parcerias com alguns veículos de comunicação da região: Jornais (Jornal O CurumimHumaitá NotíciasA Crítica de Humaitá, AmazonTime, etc) e alguns Blogs (Universo PolicialCabo HeronildesBlogosfera PolicialHumaitaWebPolícia PresenteAbordagem Policial, Capitão AssumçãoDiário de um PM, Blog do Cabo Maciel, etc).
Este blog policial foi criado com a intenção de informar a sociedade humaitaense (ou em geral) sobre o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar do Amazonas (4ªCIPM),  com notícias voltadas a Segurança Pública e surgiu de uma conversa entre os PM's da administração e o Comandante. Chama-se Blog do Leão, porque "Leão" é o codinome do Cmt da 4ªCIPM. Este tipo de ferramenta é a melhor forma de mídia e publicidade que existe hoje em dia, além da notícia ficar registrada, há a explosão de conhecimento em massa.
Suas visitas e comentários é que nos incentivam a informar e a transformar a Segurança Pública no cenário nacional. Publicamos nestes 03 anos cerca de 468 postagens (matérias) e pretendemos ampliá-las, com cada vez mais interatividade com vocês (leitores) e foram registrados cerca de 246 comentários, possuímos cerca de 203 seguidores no Twitter.
O objetivo dos blogs policiais é noticiar, discutir, observar erros e não denegrir a imagem de ninguém, aliás os próprios cidadãos que estão à margem do seio social é que destroem suas imagens, tanto que é realizada uma seleção de ocorrências policiais, de grande vulto, onde é dado conhecimento ao público, para que conheçam os criminosos ou marginais, além aceitar  discussões e dicas para a melhoria da Segurança Pública em Humaitá-AM e no Amazonas. 
Por favor ajudem a PM a erradicar a criminalidade, sempre que necessitarem liguem 190 (emergência) e lembrem-se:
"A Segurança Pública é um dever do Estado, direito e responsabilidade de todos". O Art. 144, no § 5º da CF, diz: "Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública."
A partir de hoje (28) foi anexado um novo contador de visitas, que será visível a todos. Vejam os links abaixo, fiquem a vontade, cliquem para visitar e tornarem-se amigos.


Fonte: Seção de Comunicação da 4ª CIPM

26 janeiro 2012

Concurso da Polícia Militar do Amazonas 2012 - PMAM terá 2,5 mil Vagas

Por Jornal A Crítica - Joelma Muniz - Manaus, 25 de Janeiro de 2012

“Nossa intenção é divulgar o edital após a convocação dos candidatos que faltam para o preenchimento das vagas remanescentes do certame que ocorreu em 2011. Acredito que entre os meses de abril e junho de 2012 estaremos divulgando o novo edital”, assegurou o Comandante da PMAM, Coronel Almir Davi.

                          
A informação foi confirmada pelo governador do Estado, Omar Aziz (PSD), e pelo Comandante-Geral da PMAM, Coronel Almir David a reportagem de Acrítica.com, na manhã desta quarta-feira (25) (Luiz Vasconcelos).

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) abrirá no segundo semestre deste ano mais 2,5 mil vagas para a contratação de soldados e oficiais à corporação. A informação foi confirmada pelo governador do Estado, Omar Aziz (PSD), e pelo Comandante da PMAM, Coronel Almir David à reportagem de Acrítica.com, na manhã desta quarta-feira (25).

“Nossa intenção é divulgar o edital após a convocação dos candidatos que faltam para o preenchimento das vagas remanescentes do certame que ocorreu em 2011. Acredito que entre os meses de abril e junho de 2012 estaremos divulgando o novo edital”, assegurou Almir Davi.

De acordo com o governador Omar Aziz, a realização do novo certame faz parte da política de renovação da Polícia. “Tivemos alguns problemas com o edital do último concurso, por isso estamos trabalhando de maneira tranquila na elaboração deste edital. 

A contratação de novos efetivos, e a renovação da própria estrutura da polícia faz parte da otimização do setor de segurança, por isso nosso esforço pelo novo concurso”, ressaltou o governador.

Fonte e Foto: Jornal A Crítica

23 janeiro 2012

4ª CIPM Recebe Nova Viatura do Governo do Amazonas

No último dia 21 (sábado), chegou em Humaitá-AM uma nova viatura para a Polícia Militar (4ª CIPM), trata-se de uma caminhoneta marca Ford, modelo Ranger com cabine dupla caracterizada ao serviço de patrulhamento ostensivo e preventivo. 

Assim que desembarcou no Porto de Humaitá-AM, a mesma foi recebida pelo Capitão PM Guimarães, Cmt da 4ª CIPM e pelo Tenente PM Daniel Melo, SCmt da 4ª CIPM e logo em seguida já estava nas ruas fazendo o patrulhamento de bairros conforme ordem de de Operação "Saturação" determinada pelo Comando Geral da PMAM e o Comando do CPI. 

Humaitá-AM que possui uma população de quase 45 mil habitantes e 13 bairros, e necessita da aquisição de pelo menos outras três viaturas para que a presença da PM nestes locais seja maior, e uma viatura apenas não é o suficiente para minimizar índices de violência.

O Sul do estado do Amazonas necessita de maior investimento em Segurança Pública, Humaitá-AM está inserida na rota do tráfico internacional de drogas, possui uma Unidade Prisional em condições precárias, nos últimos dias o município sofreu a ação de assaltantes, a PM vem combatendo os traficantes com inúmeras apreensões, há a necessidade da criação de um Batalhão de Polícia Militar e investimentos em infraestrutura e equipamentos de segurança.

Fonte: Seção de Comunicação da 4ª CIPM
Foto: A Crítica

22 janeiro 2012

Policiais Militares ameaçam entrar em greve no Amazonas

O salário dos policiais militares atualmente varia entre R$ 1,4 mil (praças) e R$ 7 mil (oficiais), dependendo da patente. Segundo a associação dos militares, atualmente nós perdemos 45% do salário quando vamos para a reserva remunerada.
                   Perdas Salário de PMs e Bombeiros diminui 45% na reserva
Manaus - Policiais militares (PM) e bombeiros militares do Amazonas podem entrar em greve, na próxima semana, caso a classe e o governo do Estado não cheguem a um acordo sobre o impasse que envolve a Lei de Subsídio dos servidores. A informação é do presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Corpo de Bombeiros Militar, sargento Francisco Pereira, o Pereirinha.

De acordo com o presidente, na próxima segunda-feira, 23, representantes da associação e do governo do Estado se reúnem, na Casa Civil para discutir a proposta apresentada pelo governo, de conceder o subsídio de R$ 80 milhões parcelado em três anos. Nossa proposta é que o governo cumpra a Lei do Subsídio, de conceder os R$ 166 milhões, parcelados em quatro anos”, explicou.

O salário dos militares atualmente varia entre R$ 1,4 mil e R$ 7 mil, dependendo da patente.
Segundo a associação, atualmente os militares perdem 45% do salário quando vão para a reserva. Existem policiais que continuam trabalhando mesmo sem terem condições só para não perder as gratificações concedidas a quem está na ativa”, afirmou Pereira.

Entre os adicionais concedidos aos militares estão a Gratificação de Comando e a Gratificação por Trabalho Extra (GTE). Atualmente 600 militares, de diversas patentes, aguardam para ir para a reserva, no Amazonas.

Em abril do ano passado, policiais militares já haviam cogitado a possibilidade de entrar em greve. Na época, os militares reivindicavam um reajuste salarial de 30% e a aprovação da Lei de Subsídio, responsável por acabar com as gratificações e estipular um salário fixo para policiais e bombeiros do Amazonas.

Fonte e Foto: 20 Jan 2012 . 02:25 h . Redação . 

Onde está o PRONASCI?

O Programa Nacional de Segurança com Cidadania (PRONASCI) foi lançado em 2007, segundo governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quando Ricardo Balestreri ocupava a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP). Durante sua gestão, o Programa se firmou como a mais vistosa iniciativa nacional no campo da segurança pública, financiando projetos, complementando o salário dos policiais, oferecendo cursos etc. Embora não se tratasse do ideal, uma coordenação efetiva e ampla do Governo Federal em relação às políticas de segurança pública nos estados e municípios, o PRONASCI foi um impulso sensível nesta direção – sempre considerada politicamente arriscada pelos presidentes.
Este risco foi exposto cirurgicamente por Elio Gaspari em recente artigo n’O Globo:
Quando Brasília cria um programa de combate à violência urbana, patrocina uma salada de responsabilidades, atribuindo-se a solução de problemas que não pode administrar. O presidente finge que faz, o governador aplaude e o prefeito traz a claque. Quando as estatísticas mostram que a situação piorou (137 homicídios por dia), o prefeito diz que o problema é do governador, o governador reclama que Brasília não mandou os recursos e o presidente informa que a ruína não é da sua alçada. Fica com a ressaca de uma festa à qual não deveria ter ido.
Algumas publicações na imprensa têm apontado para um recuo do Governo Federal na sustentação do PRONASCI, basicamente por dois motivos. Primeiro, o corte de recursos que o Programa sofreu, na dimensão de cerca de R$ 1 bilhão de reais em 2011. Segundo, a extinção da secretaria executiva, no âmbito do Ministério da Justiça, responsável por gerir o PRONASCI, posicionando o programa na SENASP.
O ex-secretário Ricardo Balestreri tem reforçado o PRONASCI na imprensa:
“Eu não sei detalhes de como está a execução do programa, mas sei que o caminho para se ter uma segurança pública de qualidade está no Pronasci. Nós demoramos 15 anos para chegar a esse programa que foi reconhecido até nas instâncias internacionais. Até a ONU [Organização das Nações Unidas] reconheceu a qualidade do que conseguimos construir no Brasil”
Sobre a timidez do Governo na área de segurança pública, outro tópico tem sido questionado – um suposto veto presidencial a um programa nacional de redução de homicídios. Luiz Eduardo Soares, também ex-secretário de nacional de segurança pública, denunciou o desdém em uma carta publicada em seu site:
“Enquanto isso, o Brasil continua sendo o segundo país do mundo em números absolutos de homicídios dolosos –em torno de 50 mil por ano–, atrás apenas da Rússia. Para reverter essa realidade dramática, uma equipe qualificada do ministério trabalhou todo o primeiro semestre na elaboração de um plano de articulação nacional para a redução dos homicídios dolosos, valorizando a prevenção mas com ênfase no aprimoramento das investigações. Um plano consistente e promissor, que não transferia responsabilidades à União, mas a levava a compartilhar responsabilidades práticas. Em meados de julho, chegou a data tão esperada: o encontro com a presidente. O ministro passou-lhe o documento enquanto o técnico preparava-se para expô-lo. Rápida e eficaz, tranquila e infalível como Bruce Lee, a presidente antecipou-se: homicídios? Isso é com os estados. Pôs de lado o documento e ordenou que se passasse ao próximo ponto da pauta.”
Há quem diga que o advento da reeleição obriga os políticos brasileiros a projetarem o primeiro mandato para garantir o segundo, a despeito dos seus objetivos gerenciais e necessidades por que passa o povo que lhe elegeu. Mas as questões que envolvem a violência são por demais importantes para serem ignoradas em favor deste ou daquele projeto político. O PRONASCI (que foi lançadono segundo governo Lula) é um exemplo de medida orientada para os ganhos sociais, não demagógica. Um programa que merece (re)aparecer e se expandir.


Fonte e Foto: Abordagem Policial

19 janeiro 2012

Lei de Subsídios da PMAM

Deputado volta a pedir pressa na aprovação da Lei de Subsídio

Deputado volta a lembrar o investimento que o governo deve fazer no profissional de Segurança Pública
Cabo Maciel presente ao evento

O deputado (PR) participou da solenidade presidida pelo governador Omar Aziz entregou, na manhã da última quinta-feira, 12 de janeiro, quando foram entregues 466 novas viaturas, 97 motocicletas e novos equipamentos para as forças do Sistema de Segurança Pública do Estado e anunciou, para até o dia 15 de fevereiro próximo, a implantação do programa Ronda no Bairro na zona norte de Manaus.

As novas viaturas que vão operar
Na oportunidade o parlamentar republicano voltou a pedir pressa na aprovação da Lei de Subsídio dos Policiais e Bombeiros Militares do Amazonas.

Destacou que até meados de 2012, o programa que vai aproximar a polícia da comunidade será implantado em todas as zonas da cidade., conforme projeto do governador Omar visando dar mais tranquilidade a população.

Governo volta a reunir dia 23 com as lideranças militares do Amazonas

O deputado elogiou a maneira com que o governador Omar Aziz vem tratando os lideres dos policiais militares para discutir o salário da categoria. 

Antes de seguir viagem para o interior do Amazonas em visita as suas bases políticas o deputado (PR) confirmou para o próximo dia 23 de janeiro uma nova reunião do governador com os representantes de classes da Polícia e Bombeiros Militares para tratar da adequação dos valores a ser pago aos trabalhadores da Segurança Pública do Amazonas.

Pela 1a. vez governo discute salário com militares













O encontro do último dia 12, não chegou a se concluído devido a pequenos ajustes que deverão ser feitos para que o governo possa assumir os novos vencimentos dos policiais militares.

Lembrou que a preocupação dos auxiliares do governador é com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os lideres das entidades militares estão confiantes de que no próximo dia 23, o governo possa definir os novos valores a ser pago aos policiais e bombeiros militares do Amazonas.

Fonte e Foto: Blog do Deputado

02 janeiro 2012

10 desejos para um Ano Novo na Segurança Pública

1. Que os governantes não sustentem mais o discurso que coloca a Lei de Responsabilidade Fiscal como impedimento para dar dignidade salarial e estrutural às polícias, ao tempo em que gastam fortunas com publicidade e privilégios, e são lenientes com a corrupção;

2. Que seja abandonada a visão de que enfrentar a violência só é possível resolvendo os problemas sociais (fome, moradia, educação etc), entendimento que permite posicionar a polícia como uma instituição inócua, indigna de avanços e impossibilitada de dar saltos de eficiência;

3. Que seja abandonada a visão de que enfrentar a violência só é possível com repressão, prisão e punição, entendimento que alimenta a cultura do extermínio, e autoriza policiais a abusar de sua autoridade;

4. Que os policiais ajam indistintamente, dentro de suas prerrogativas, seja em bairros das classes altas, seja nas favelas, com negros e brancos, de qualquer sexo ou opção sexual e etnia, idade ou formação cultura e religiosa;

5. Que os policiais sejam tratados indistintamente, sejam oficiais ou praças, agentes ou delegados, civis ou militares, tão bem como são tratados certos agentes públicos que não passam noites insones colocando suas vidas a risco em favor da paz pública;

6. Que os homens consigam controlar seus hormônios, e que os pais e mães consigam transmitir a seus meninos um modelo de resolução de conflitos que não seja pautado na violência, na intransigência e imposição;

7. Que os ocupantes dos altos escalões das polícias entendam que devem ser exemplo, e com suas posturas deixem claros os princípios que devem nortear as práticas de seus subordinados – com menos palavras repetitivas e mais atitudes e realizações claras;

8. Que os ocupantes dos escalões inferiores das polícias entendam que existem dimensões de erros, corrupções e abuso, mas que todo ato indigno possui ímpetos semelhantes, que colocam aqueles que o praticam na mesma vala de hipocrisia, independentemente da proporção;

9. Que os policiais tratem o cidadão como cliente, como aquele a quem se deve proteger, respeitar e honrar, pois é ele a razão do seu trabalho;

10. Que os cidadãos reconheçam o policial como um cidadão, a quem se deve respeito, dignidade e honra, pois é ele um dos principais responsáveis por garantir seus direitos.

Fonte e Foto: Abordagem Policial