24 maio 2013

PEC 300: A Batalha Final - Presidente do Senado e da Câmara são Favoráveis à Ela

Senador Renan Calheiros, presidente do Senado

Desde sua propositura a PEC 300 vem sendo alvo de intermináveis discussões, traições, aproveitadores e com muita luta e sacrifício o “cerco” foi se fechando e a “batalha final” esta por vir, não tardará a luz dos olhos de bravos guerreiros que, desde o inicio, estão na luta por uma Segurança Pública a altura de nossa Pátria Amada, Brasil!

Vejam onde exatamente a fivela encontra o cinto e o cerco se fecha.

O senador Renan Calheiros, presidente do Senado, é autor da PEC 446 que aglutinou a pec300, valendo a pec446 que deve ser pautada e votada, lembrando que a pec446 já foi votada em dois turnos no Senado e a pec300 foi votada em primeiro turno na Câmara, aglutinada basta ser votada na Câmara e sendo aprovada não depende de sanção Presidencial entrando em vigor imediatamente, se aprovada.

O Senado, grosso modo, representa os interesses dos estados e a Câmara, os interesses do povo, agora vamos apertar o cinto para fecharmos o cerco, vejam; Sendo o presidente do Senado senador Renan Calheiros autor da pec446 já aprovada naquela Casa em primeiro e segundo turno e o presidente da Câmara deputado Henrique Eduardo Alves, quando era líder, assinou o requerimento para incluir na pauta e votar a pec300 em segundo turno, assumiram de público o compromisso com o povo brasileiro.

O presidente do Senado, senador Renan Calheiros e presidente da Câmara deputado Henrique Eduardo Alves, sob pena de ficarem em uma situação ruim em termos de imagem de homens públicos e de palavra diante dos compromissos já firmados de público, como poderiam negar a pec300 e deixar de pautá-la para votação, afinal de contas o que se quer no momento é a votação, se vai ser aprovada ou não é outro assunto, negar votar um Projeto de Emenda Constitucional é no mínimo uma afronta a democracia, um desrespeito àqueles que com lagrimas, sangue e suor lutaram pela democracia. 

O  que resta agora é vencer na “batalha final” as “forças ocultas” e fazer valer o título de País democrático ostentado perante o mundo, evitando-se um labéu à Nação. O cerco esta fechado, A VITÓRIA CAMARADAS... e que vença a democracia!

INTEGRA

Comunidade dos policiais e bombeiros do Brasil
Fonte e Foto:  Artigo Original em PolicialBR