15 maio 2013

PEC 300 - Ressurge na Câmara Federal em 2013


Na tarde de terça-feira (24/04/2013), durante o Seminário “Uma Nova Segurança Pública para o Brasil”, o deputado federal Mendonça Prado (Democratas/SE) solicitou o apoio de diversos líderes partidários para assinar um requerimento visando à inclusão na pauta da Proposta de Emenda à Constituição n º 446/2009, que institui o piso salarial para os servidores policiais. O outro requerimento pede urgência ao PL 2791/11, que concede anistia aos policiais e bombeiros militares punidos por participar de movimentos reivindicatórios.
O deputado Ronaldo Caiado, líder do Democratas, foi o primeiro assinar os documentos. Restam as assinaturas dos deputados Sarney Filho, líder do PV; George Hilton, líder do PRB; Arlindo Chinaglia, líder do Governo na Câmara; José Humberto, líder do PHS; Aureo, líder do PRTB; Manuela D’ Ávila, líder do PCdoB; Carlos Alberto, líder PMN; Chico das Verduras, líder do PRP.
Mendonça Prado estava acompanhado do deputado federal Major Fábio (Democratas/PB), dos representantes dos bombeiros e policiais militares do Rio de Janeiro, além de outros líderes de entidades representativas dos trabalhadores de segurança Pública do Brasil. Segundo o democrata sergipano, há um compromisso do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), com os integrantes das Forças de Segurança, que a partir do momento em que o documento for subscrito por todos os líderes da casa, a PEC 300 será imediatamente incluída na Pauta.
Por fim, Mendonça deixou claro que o apoio dos líderes partidários tem uma importância fundamental, pois já está evidente uma insatisfação generalizada de todos os policiais do País. Nesta quarta-feira (24/04/2013), as atividades do Seminário “Uma Nova Segurança Pública no Brasil” continuam pela manhã, às 10hs, no auditório Freitas Nobre da Câmara Federal – Anexo IV.
O líder do Democratas na Câmara, deputado Ronaldo Caiado, disse que o partido está determinado a colocar na pauta da Câmara a votação em segundo turno da PEC 300, que define um piso salarial nacional para bombeiros e policiais militares.
Fonte e Foto: Portal PM Brasil