19 julho 2013

Comandante Geral da PMERJ desabafa: “nós somos também cidadãos”

A partir das declarações do Comandante Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), não é demais admitir que a corporação está com dificuldades de atuar nos protestos que vêm ocorrendo no estado. Momento complexo, onde a PM não se pode furtar de controlar desvios de conduta, dentro da proporcionalidade legalmente prevista, ao tempo em que não se deixe levar pelos perigos da emoção. Fácil? Não… Mas esta é a atividade policial:

Autor:  - Tenente da Polícia Militar da Bahia, associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública e graduando em Filosofia pela UEFS-BA. | Contato: abordagempolicial@gmail.com