03 junho 2014

Secretário Executivo de Cultura de Humaitá é preso com 18 quilos de cocaína


Repórter-Radar (RR) do município de Humaitá informou ao site (Radar Amazônico) que o secretário executivo de Cultura de Humaitá, Márcio de Jesus Silva Lima, foi exonerado na última sexta (30) pelo prefeito Dedei Lobo (PMDB). 

Neste dia, no aeroporto de Porto Velho (RO), Márcio Silva Lima foi preso pela Polícia Federal com 18 quilos de cocaína.
Segundo as investigações, Márcio Silva Lima transportava a droga dentro de uma mala, assim como fazem inúmeras “mulas” que servem ao tráfico internacional de drogas na rota Bolívia/Rondônia.
O secretário executivo não reagiu à prisão. Segundo a fonte do Radar, Márcio Silva Lima já foi transferido da sede da Polícia Federal para o presídio Urso Branco, em Rondônia.
Ele assumiu o cargo em janeiro de 2013 e dividia as funções da pasta com o secretário municipal de Cultura, Ronald Nogueira Siqueira.
Essa notícia não foi publicada na imprensa de Humaitá.